Marcelo Falcão está focado na carreira solo e mapeia montante de 600 composições para lançar álbum este ano

0
118

A cabeça de Marcelo Falcão é quase uma máquina que não para de trabalhar e criar. A comprovação disso? Nos últimos oito anos, o cantor coleciona um acervo com cerca de 600 músicas inéditas compostas por ele. Com o fim do O Rappa no dia 14 de abril deste ano, após 25 anos de parceria, o ex-vocalista da banda segue em voo solo e já está no estúdio Toca do Bandido fazendo uma curadoria de suas canções. No Conversa com Bial, da última terça-feira, dia 1º/5, ele falou sobre como sera tocar a carreira sem o grupo.

“Estou focado em gravar o meu disco. Oferecer para as pessoas a continuidade do que O Rappa um dia me ensinou. Não consigo parar.”

Marcelo Falcão fala sobre a carreira solo (Foto: Gshow)

Ele chegou no estúdio com quatro aparelhos de celular recheados de canções. O produtor musical Felipe Rodarte já está mapeando todas as músicas para preparar o álbum solo de Falcão e lançar ainda este ano. “Do montante de 600 músicas que tenho para trabalhar, se fosse agora, seria umas 60 músicas. Daria uns três discos. Tem cheiro de Rappa, mas tem um Marcelo Falcão que precisa colocar as coisas dele para fora”, explica.

Das 600 músicas, algumas foram compostas e pensadas para a voz de outros artistas. Falcão revela que tem uma canção guardada para Ivete Sangalo.

“Fiz muita coisa e já pensei em muitas pessoas. Já fiz até música para Ivete, pensando na Ivete, mas fico com vergonha. Deixa ela amamentar as crianças. Lá na frente quando ela quiser chamar aquela turma que arrebenta, Timbalada, Oludum… não fica ninguém no chão.”

Para os fãs, ele deixa um recado: “Vem coisa legal aí!”.

Falcão deu detalhes sobre primeiro álbum solo (Foto: TV Globo/ Ramón Vasconcellos)

Falcão deu detalhes sobre primeiro álbum solo 

Faça um comentário:

comentários